Olá,

Seja Bem Vindo!

sexta-feira, 27 de maio de 2011


video

VENHA PARTICIPAR DA MAIOR EXPRESSÃO DE LOUVOR DA QUADRA JUNINA!

DIAS 10 E 11 DE JUNHO NA BARRACA DA SANTA
CONCURSO DE QUADRILHAS
CONCURSO DE MISS
MUITO FORRÓ E LOUVOR!

VENDA DE MESAS 81035464

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Respiração Espiritual

Pela fé você pode continuar a experimentar o amor de Deus e Seu perdão.

Se você percebe que algo em sua vida (atitudes ou ações) desagrada a Deus, mesmo que esteja andando com Ele e sinceramente deseje serví-lo, agradeça a Deus o perdão dos seus pecados - passados, presentes e futuros - mediante a morte de Cristo na cruz. Pela fé receba o amor e perdão de Deus e continue a ter comunhão com Ele.

Se você retomar o trono de sua vida através de algum pecado - o que é um ato definido de desobediência - respire espiritualmente.

Respiração Espiritual (exalando o que é impuro e inalando o que é puro) é um exercício de fé que permite a você continuar a experimentar o amor e o perdão de Deus.


1. Exale - confesse o pecado - reconheça que este pecado (ou pecados) é errado e desagrada a Deus e agradeça-lhe pelo seu perdão, de acordo com 1 João 1:9 e Hebreus 10:1-25. A confissão também envolve arrependimento - uma mudança de atitude que gera um mudança de ação.

2. Inale - submeta o controle de sua vida a Cristo e pela fé aproprie-se da plenitude do Espírito Santo. Confie em que agora Ele o dirige e fortalece de acordo com a ordem de Efésios 5:18, e a promessa de 1 João 5:14,15.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Com Jesus, o desespero com as pressões e dificuldades da nossa vida transforma-se em maturidade

LEITURA BÍBLICA: I Reis 2. 1-4
...o rei davi, pressentindo o momento de sua morte, deu instruções ao seu filho Salomão, que haveria de herdar o trono.
Salomão tinha razões para ficar assustado e precisar de palavras de ânimo: não só que podia perceber a proximidade da morte de seu pai, o que é certamente um abalo emocional, como porque depois, jovem como era, teria de assumir o trono de Davi, com todas as suas responsabilidades. Diante de tal situação é comum ouvir o conselho "Seja homem e aguente firme!" É uma exigência de maturidade para enfrentar a situação. No caso do reu Davi, ele ainda deu instruções mais detalhadas a Salomão no sentido de que sua conduta fosse fiel e obediente aos mandamentos de Deus. Esta seria a condição para que o seu reino permanecesse firme.
Pressões como estas podem sobrevir a nós também, mas nossa situação é bem melhor desde a vinda de Jesus. Quando Marta e Maria enfrentaram a morte do seu único irmão Lázaro, Jesus aparece quatro dias após o sepultamento do amigo e encontra suas irmãs em prantos e desconsoladas. Nesse cenário o Senhor Jesus disse as célebres palavras: "Eu sou a ressureição e a vida. Aquele que crê em mim, não morrerá eternamente" (Jo 11.25,26). Portanto, se você crê em Jesus Cristo, pode até chorar diante de uma situação difícil, mas assuma a sua posição de um filho ou filha de Deus e Senhor de todo o Universo, que apesar de toas as circunstâncias está no controle, e diz assim: "HABITO NUM LUGAR ALTO E SANTO, MAS HABITO TAMBÉM COM O CONTRITO E HUMILDE DE ESPÍRITO, PARA DAR NOVO ÂNIMO AO ESPÍRITO DO HUMILDE E NOVO ALENTO AO CORAÇÃO DO CONTRITO" (Is 57.15)

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

LOUVOR NATAL SOLIDÁRIO

Todos os anos a Cruz do Sul arrecada doações com a finalidade de tornar mais feliz o Natal de pessoas menos favorecidas financeiramente.
Para incentivar a coleta acontece o Louvor Solidário que reúne os ministérios de música e a comunidade católica brevense.





















E o Ministério de Artes também marcou presença nesse Louvor...





quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Não nos preocupemos; ocupemo-nos com a nossa vocação


Somos templos vivos do Espírito Santo. E como buscamos embelezar este templo, exteriormente falando! E como nos admiramos de tanta beleza que criam para enfeitar esse templo, que somos cada um de nós!

Mas qual é a maior beleza que pode existir, que é eterna, e que não desaparecerá, visto que não ficará pedra sobre pedra? A nossa vocação é a maior preciosidade, a qual nos garante eternidade e que podemos ter e viver. O resto: tudo passa e passará. Viver a nossa vocação é a resposta mais acertada, enquanto presença da graça e da força do Espírito Santo, que poderá nos defender e nos proteger contra tudo aquilo que faz com que o plano de Deus não aconteça em nossa vida.

A vocação – seja qual for ela -, objetivamente é o maior valor que podemos possuir, pois ela é o caminho da plenitude da felicidade e realização de cada um de nós. É nela que se manifesta o plano do amor de Deus na vida de cada um de nós. Todavia, porém, subjetivamente – a partir de cada um de nós, a vocação terá o valor e a qualidade para cada um, fundamentado naquilo que viemos a deixar, para que pudéssemos vivê-la. Explico:

Objetivamente: a vocação é o grande dom de Deus a nós; é o chamado do Senhor feito a nós, para que, percorrendo um caminho específico, venhamos a nos realizar plenamente em todos os sentidos da nossa vida.

Subjetivamente: o que deixamos para seguir este caminho diante do convite de chamado do Senhor? Deixamos muitas ou poucas coisas? Isso que deixamos possui um valor incomensurável? Pois quanto mais valioso é aquilo que deixamos, tanto mais valioso vai se tornar a vocação para nós.

Nunca me esqueço do que fui convidado a deixar para seguir o caminho do sacerdócio: estava prestes a me casar, quando tive de abrir mão de um relacionamento com uma noiva maravilhosa; um futuro brilhante no exército; quando fui para o seminário, deixei o meu pai, que estava canceroso, em casa; tive que deixar a minha família e tantas outras coisas, “riquezas”, para ir em busca do tesouro de maior valor, aquele terreno de que fala o Evangelho.

Hoje, percebo que seria muito feliz e realizado se não tivesse dado meu “sim” para o Senhor e tivesse constituído uma família em Deus. Todavia, não seria plenamente feliz e realizado; plenamente feliz e realizado estou hoje: como pessoa, como sacerdote, como missionário na Canção Nova, pelo fato de estar na vontade de Deus.

Muitas vezes, me deu vontade de desistir. Mas por que não consegui desistir? Porque tudo aquilo que me impulsionava a desistir era infinitamente menor do que os valores que deixei, fazendo com que minha vocação se tornasse o maior tesouro, maior até mesmo que tudo o que deixei.

Aquilo que deixamos, com amor e de forma generosa, quando o fazemos para alegrar o Coração de Deus, é justamente isso que dará valor – para nós – à vocação para a qual o Senhor nos chama. Para dizer que vale a pena deixar nossas “preciosidades” para adquirirmos a Riqueza por excelência: Deus e Sua vontade em nossa vida.

Quantos resolveram optar pelas suas preciosidades e as deixaram de trocar pelo Tesouro maior, que é Deus e Sua vontade e, por isso, trazem por toda a vida uma decepção profunda por não poder estar no lugar certo, sendo aquilo a que foram chamados pelo Senhor. Sim, são felizes, porém, não são plenos; sempre trazem consigo a certeza de que, se tivessem respondido de forma diferente, seriam plenamente felizes.

Vocação acertada é a certeza absoluta de vida plenamente feliz e realizada! Como saber se estamos na vocação certa e qual a nossa vocação? Seja de Deus, íntimo d’Ele! Como consequência dessa intimidade acontecerá a manifestação de um Deus, que é Pai e que manifesta Seu plano de amor para cada um de nós.

Padre Pacheco
Comunidade Canção Nova

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

::Círio Musical 2010::

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DAS 14 NOITES DE CÍRIO MUSICAL 2010:
10/10 - Padre Fábio de Melo


11/10 - Banda Anjos de Resgate


12/10 - Pe. Antonio Maria


13/10 - Banda Dominus


14/10 - Padre Joãozinho


15/10 - Diego Fernandes e Cosme


16/10 - DDD


17/10 - Flavinho (Canção Nova)


18/10 - Salete e Davidson Silva


19/10 - Padre Juarez de Castro


20/10 - Adriana


21/10 - Padre Cleidimar


22/10 - Missionário Shalom e Suely Façanha


23/10 - Adoração e Vida